Calçadas em melhores condições.

Calçadas melhores. Sabe-se que os responsáveis pelas calçadas são os proprietários, mas em terrenos desocupados os proprietários costumam não fazê-las. A situação piora quando estes terrenos situam-se em ruas muito movimentadas. Mesmo em terrenos ocupados há calçadas em péssimas condições ou inexistentes. Resultado: pessoas idosas caindo, ou para não cair vão para o meio da rua arriscando-se a serem atropeladas. Aliás, caminhar pela rua é uma prática comum entre pedestres de outras faixas etárias também, quando se defrontam com as más condições dos passeio públicos. Minha proposta é que as prefeituras assumam fazer as calçadas tanto dos terrenos ocupados como dos desocupados e, desta forma, as padronizem, fazendo com material de boa qualidade para que tenham durabilidade. O valor investido, (sim, isto é um investimento, pois aumentaria a qualidade de vida) apenas o custo, seria cobrado em parcelas no IPTU dos proprietários (mesmo aqueles possuem terrenos baldios pagam IPTU). Seria um valor irrisório. E somente das pessoas notadamente sem condições financeiras nada seria cobrado. Teríamos passeios públicos padronizados, em boas condições e, o principal, os pedestres começariam a caminhar por eles, reduzindo os transtornos e atropelamentos.

Assine a nossa newsletter

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!

Pin It on Pinterest

Share This